Relógio

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

MICHEL JACKSON

FAMOSIDADES


SÃO PAULO - Um ex-assistente e ex-manager de Michael Jackson revelou que o cantor tomava o anestésico propofol, responsável por sua morte, desde 1999. Esse e outros detalhes da vida de Michael estão no livro "My Friend Michael: An Ordinary Friendship with an Extraordinary Man" ("Meu Amigo Michael: Uma Amizade Comum com um Homem Fora do Comum").
Frank Cascio conheceu o "rei do pop" aos cinco anos e contou que depois de um acidente em uma apresentação em Munique, na Alemanha, Michael começou a tomar o anestésico e nunca mais parou. Durante o show uma plataforma elevada sobre a qual estava o cantor despencou.
Na última segunda-feira (7), o médico Conrad Murray foi considerado culpado pela morte de Michael Jackson. A pena, que será decidida no fim do mês, pode chegar a quatro anos de prisão.
Já o livro escrito por Cascio será lançado na próxima terça-feira (15), nos Estados Unidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário